Notícias

No dia 13 de março, as lideranças odontológicas da Zona da Mata se reuniram em Juiz de Fora-MG e, durante o encontro, fundaram a “Associação de Entidade de Classes Odontológicas”.

Com o objetivo de discutir ações ligadas à odontologia em todo o Estado de Minas Gerais, o grupo propõe a união da classe odontológica e deseja reforçar o poder político da odontologia. A Associação requer a mobilização das lideranças do Estado de Minas Gerais e deseja congregar objetivos comuns para oferecer, cada vez mais, um atendimento de qualidade para a população. Todas as entidades odontológicas serão convidadas a participar via reuniões regionais. A Associação planeja o I Encontro de Entidade de Classes em setembro deste ano como atividade paralela ao 7º Odontomata, em Juiz de Fora.  ...
Leia Mais

De 24 a 26 de junho, a Associação Brasileira de Ortodontia – Secção Santa Catarina realiza a 3ª edição do Congresso Catarinense de Ortodontia, III CCORTO, em Santa Catarina-SC. As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de junho. A programação completa e outras informações no sítio www.ccorto.com.br.
 

Leia Mais

Confira aqui os temas mais procurados para a educação continuada:

Estomatologia 11.21%Terapêuticas Complementares 10.65%Farmacologia 8.23%Radiologia Odontológica e Imaginologia 6.9%Patologia Bucal 6.04%Saúde Coletiva 5.84%Odontogeriatria 5.74%Implantodontia 5.21%Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais 5.04%Disfunção Têmporo-Mandibular e Dor-Oro-Facial 4.94%Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Faciais 4.64%Prótese Dentária 3.62%Ortodontia 3.22%Dentística 2.65%Periodontia 2.46%Odontologia Legal 2.12%Ética Profissional 1.96%Administração e Marketing em Consultório Odontológico 1.82%Odontologia do Trabalho 1.76%Endodontia 1.73%Ortopedia Funcional dos Maxilares 1.66%Odontopediatria 1.43%Prótese Buco-Maxilo-Facial 1.13% ...
Leia Mais

 

 

Leia Mais

 No dia 12 de março, o Conselho Regional de Odontologia lança o programa Odontologia em Foco na TVE de Juiz de Fora-MG, no canal 12. O Odontologia em Foco vai ao ar toda sexta-feira, às 22h, inédito.  O objetivo do programa é abordar diversos assuntos ligados à Odontologia, e temas de interesse da população em geral. Por meio de entrevistas, profissionais da Odontologia discutem os assuntos ligados a saúde odontológica como materiais usados nos tratamentos, planos odontológicos, novidades na área, projetos de lei e o futuro da profissão. No mesmo dia, às 11h, o Presidente do CROMG, Dr. Arnaldo de Almeida Garrocho e o Dr. Luiz Carlos Martins, Conselheiro do CRO, participam do programa diário da TVE, Mesa de Debate. Na oportunidade será discutido o lançamento do Odontologia em Foco e a construção da nova sede da delegacia do CRO em Juiz de Fora.

Leia Mais

No mês de março, a Prefeitura de Contagem-Mg realiza uma série de ações na área de Saúde do Município.


De acordo com o site da prefeitura da cidade, a população recebe na primeira quinzena de maio importantes obras para a população e um pacote de investimentos na rede básica será anunciado.


A informação completa você confere:
http://www.contagem.mg.gov.br/?materia=3364

Leia Mais

 I Fórum Integrado de Prevenção e Controle do Câncer

 I Fórum Integrado de Prevenção e Controle do Câncer

O “1º Fórum Integrado Estadual de Prevenção e Controle do Câncer e seus Fatores de Risco”, promovido pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais reuniu dirigentes dos Conselhos de Odontologia, gestores estaduais e municipais, além de representantes de hospitais especializados no tratamento da doença e de conselhos profissionais, como o de Odontologia.

Durante o fórum, o Instituto Nacional do Câncer, estimou que Minas Gerais deve apresentar, no próximo ano, 46.630 novos casos de câncer. A previsão é que sejam registrados 23.790 casos em mulheres e 22.840 em homens.

As atividades do fórum foram divididas em três painéis que tiveram como moderador o presidente do CRO de Minas Gerais, Dr. Arnaldo Garrocho. O evento aconteceu nos dias 23 e 24 de fevereiro, em Belo Horizonte.

Leia Mais

 

O Conselho Regional de Odontologia denunciou a prática de exercício ilegal da odontologia praticado em Juiz de Fora-MG por um casal. 

Leia Mais

Exmo Senhor Secretário,

Estes profissionais, pela natureza de sua ocupação, trabalham em extrema proximidade das principais vias de transmissão do vírus, qual sejam as cavidades bucal e nasal de seus pacientes. Ainda que, em uso de material de proteção individual, o risco de contágio a que estão submetidos, bem como suas famílias, supera o de qualquer outra categoria profissional. Desta forma, apelamos ao seu elevado espírito público, no intuito de solicitar que os profissionais de Odontologia de Minas Gerais sejam incluídos na cobertura vacinal da Campanha contra o vírus Influenza H1N1. O CROMG se coloca a inteira disposição para cooperar e participar do esforço de campanha, comprometendo-se a ceder o espaço físico e pessoal de sua Sede em Belo Horizonte e em 14 Delegacias Regionais no interior do Estado. Pela relevância do tema no seio da categoria, aguardamos com ansiedade a manifestação de V. Exa, antecipando agradecimentos e renovando protestos de elevada  estima e consideração. Arnaldo de Almeida Garrocho, CD        Luciano Eloi dos Santos, CD Presidente CROMG   Presidente SOMGE   ...
Leia Mais

 

O CROMG APELA À SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE MINAS GERAIS PARA ESTENDER A VACINAÇÃO À TODOS OS PROFISSIONAIS DA ODONTOLOGIA

 

    Conforme orientação da Secretaria Estadual de Saúde, não serão vacinados contra a gripe H1N1 grupos de profissionais de saúde fora da rede pública, ou seja, os médicos , enfermeiros,cirurgiões-dentistas, recepcionistas, motoristas, etc.

    Serão vacinados todos os profissionais das diversas áreas, inclusive os Cirurgiões-Dentistas, os Técnicos em Saúde Bucal, os Auxiliares em Saúde Bucal que trabalham em Estabelecimentos da Rede Pública de Saúde, primordialmente expostos ao risco de contágio em situações de epidemia.

    Ainda assim, o CROMG está apelando à Secretaria de Estado da Saúde, a fim de que a vacinação seja estendida a todos os profissionais de odontologia de Minas Gerais.

    Abaixo, divulgamos a Nota de Esclarecimento da SES/MG, divulgada a todas as Regionais do Estado, Municípios e Postos de Saúde e Hospitais.

        MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDEDEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICACoordenação-Geral do Programa Nacional de imunizaçõesSCS, Quadra 4, Bloco A, Edifício Principal.Brasília/DF, CEP: 70.304-00Tel.: (61) 3213-8297   Nota de esclarecimento                   Com o objetivo de esclarecer sobre o perfil dos trabalhadores de saúde (TS) que serão contemplados na 1ª etapa da estratégia de vacinação da influenza pandêmica (H1N1) 2009, que ocorrerá no período de 08 a 19 de março/2010 e considerando a diversidade de entendimento, informamos o que segue:·         Para esta estratégia serão considerados os serviços cujos trabalhadores de saúde estão sob potencial risco de contrair a infecção pelo vírus influenza pandêmica (H1N1) 2009, pelo contato com possíveis suspeitos da doença, especialmente aquele trabalhador cuja ausência pode comprometer o funcionamento do serviço.·         Consideramos TS aquele profissional de serviços de saúde, públicos e privados, que atuam na atenção básica (estratégia saúde da família e unidades no modelo tradicional), pronto atendimento, ambulatórios e leitos em clínica médica, pediatria, obstetrícia, pneumologia de hospitais de emergência e de referência para a influenza pandêmica (H1N1) 2009 e unidades de terapia intensiva, que na experiência de 2009 receberam casos suspeitos e confirmados de influenza pandêmica ou que venham a receber na próxima onda pandêmica. Os profissionais de laboratório que realizam os ensaios clínicos para sorologia do diagnóstico da infecção pelo vírus da influenza pandêmica (H1N1) 2009, as equipes de vigilância em saúde que atuam no gerenciamento da resposta à pandemia e na investigação de casos que estão sob potencial risco de contrair a infecção pelo H1N1 e os que desenvolvem ações nos Distritos Sanitários especiais Indígenas (DSEI).·         A medida não somente evitará a interrupção da cadeia de transmissão profissional-paciente-profissional, como também contribuirá para a manutenção da infra-estrutura do serviço de saúde para atendimento a população.·         Esta definição foi consensuada entre o MS, CONASS, CONASEMS, as Sociedades Científicas e entidades de profissionais de saúde (CFM, AMB, ABEn) e outras.·         Reforçamos a pertinência do envolvimento de associações de profissionais, sociedades científicas, da direção dos serviços de saúde e dos gestores na mobilização dos trabalhadores para melhor operacionalizar a vacinação.  Reiteramos os objetivos da estratégia nacional de vacinação:Manter o funcionamento dos serviços de saúde envolvidos na resposta à pandemia e diminuir a morbimortalidade associada à influenza pandêmica (H1N1) 2009.   Grupo Estratégico Operacional da Vacinação contra a Influenza Pandêmica H1N1 2009. ...
Leia Mais