CFO apresenta e-book com 10 dicas de prevenção no atendimento odontológico

Com o intuito de fortalecer o combate ao novo Coronavírus (COVID-19), o Conselho Federal de Odontologia (CFO) apresenta e-book com “10 dicas de prevenção no atendimento odontológico”. A proposta é integrar as ações na rotina clínica, conforme retomada gradativa no atendimento eletivo, bem como de urgência e emergência odontológica.

O conteúdo ficará disponível para download em todos os canais de comunicação da Autarquia; além de contar com o apoio dos Conselhos Regionais para compartilhamento do e-book em todo o país.  Para o Presidente do CFO, Juliano do Vale, é preciso que Cirurgiões-Dentistas, técnicos e auxiliares em odontologia estejam cientes das mudança de comportamento para o exercício da Odontologia. “Enquanto Autarquia, faremos o que está ao nosso alcance para contribuir nesse processo, de forma responsável e ética à população. O mundo mudou com essa pandemia e nós também precisamos mudar”, afirmou.

Confira abaixo as 10 dicas de prevenção no atendimento odontológico:

01. Evite aglomerações no ambiente de espera. Marque o atendimento por telefone com horário agendado;

02. Faça higienização completa do consultório e equipamentos entre os atendimentos com: hipoclorito de sódio a 1%, quaternário de amônio e biguanidam glucoprotamina e álcool 70%.

03. Oriente o paciente sobre o uso da máscara de proteção individual e utilização de álcool em gel 70% ao chegar e sair do consultório;

04. Evite tocar nos olhos, boca e nariz durante o período em que estiver trabalhando;

05. Faça higiene das mãos por 20 segundos com água e sabão, antes e depois do contato com qualquer pessoa ou após tocar em qualquer superfície;

06. Lavar o rosto com água e sabão por 20 segundos após higiene das mãos e antes do atendimento odontológico;

07. Minimizar a produção aerossol. Faça sucção constante de saliva. Evite utilizar seringa tríplice na sua forma de névoa/spray. Prefira secar com algodão ou gaze;

08. Instalar tapete desinfetante bactericida na porta de entrada da clínica;

09. Usar equipamento de proteção individual – Jaleco/avental impermeável, touca, luvas, máscara cirúrgica e proteções de superfícies – e descartá-los após atendimento em lixeira de conteúdo infectante;

10. Cobrir o nariz e a boca com cotovelo flexionado ou lenço de papel ao tossir ou espirrar.

 

Clique aqui para acessar o e-book.