Sem vacinas, profissionais da odontologia do Ipsemg entram em greve

Nesta sexta-feira (19), cirurgiões-dentistas e auxiliares em saúde bucal do Instituto de Previdência do Estado de Minas Gerais entraram em greve e protestam pela inclusão dos servidores das agências do Ipsemg no calendário de vacinação contra a Covid-19.
O CRO-MG reforça a reivindicação e informa que já havia solicitado às prefeituras a inclusão do grupo no processo, respeitando a priorização destes profissionais, conforme especificado no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação, estabelecido pelo Ministério da Saúde. Em Belo Horizonte, a ansiedade é ainda maior, uma vez outros profissionais da saúde que atuam no Instituto foram contemplados no plano municipal, em detrimento da Gerência Odontológica.
“Sabemos que a escassez de doses é um desafio grande para os municípios, mas é importante salientar que os profissionais da odontologia estão extremamente expostos ao vírus e é urgente a vacinação da categoria. Já havíamos solicitado à PBH a inclusão dos Gerência Odontológica do Ipsemg; agora, em contato com uma servidora do local, vamos encaminhar uma listagem dos trabalhadores para que esse processo seja acelerado”, afirma o Presidente do CRO-MG, Dr. Raphael Castro Mota.
O Conselho Regional de Odontologia já notificou centenas de prefeituras e continua vigilante para que os profissionais da classe sejam imunizados o quanto antes, à medida em que novas doses da vacina cheguem às cidades. Caso tenha alguma denúncia, envie-a para vacinacao@cromg.org.br